segunda-feira, 22 de novembro de 2010

TROVAS

TROVAS
      AMARYLLIS SCHLOENBACH (São Paulo)

Canta, canta, passarinho,
pois chegou a primavera,
e aquela flor junto ao ninho
já não é mais uma espera.

Atenção: Não corras tanto
em teu meio de transporte.
Não deixes ninguém em pranto,
não busques a própria morte!

Longe, perdidos na bruma,
vão meus sonhos a vagar...
Sem dó, no rastro da espuma,
lancei-os todos ao mar!

Amar é o melhor da vida,
mas, bem difícil é achar
amor que em dois se divida
para, depois, se juntar.

(Do BALI – Letras Itaocarenses-página 14, Mil Trovas de Amor e Saudade-UBT-página 16)

Nenhum comentário: