sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

NATAL

“Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá”. Palavras de Jesus.

                   NATAL
                   Bartolomeu Rodrigues Silva (Duque de Caxias-RJ)
Da humilde manjedoura às estradas sinuosas...
Em peregrinação que comoveu o mundo,
seguido e vigiado, nas noites tormentosas,
sem ter um alento de segundo a segundo.

Porém as multidões... crentes, esperançosas,
acompanhando-o sempre, com ardor profundo;
as palavras queimam, candentes, crepitosas
tornando o inimigo possesso e furibundo.

Velha Jerusalém! Inda hoje comovida,
ao correr do tempo permanece incontida
ante a traição feroz – ó terrível verdade!

E Jesus sereno – pregador impoluto
é sacrificado... tranqüilo, resoluto,
e assim, estava redimida a Humanidade!

(ANUÁRIO DE POETAS DO BRASIL, 2° volume, página 47, 1981, organização de Aparício Fernandes)

Nenhum comentário: