quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

A VERDADE É DURA...

“Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá”. Palavras de Jesus

A partir de hoje e durante o mês de dezembro vamos publicar uma série de sonetos, trovas e poemas com o tema NATAL.

            A VERDADE É DURA...
Elviro de Freitas (Cachoeiro de Itapemirim – ES)

Ao chegar o Natal, me lembro com saudade
do adorável velhinho, o bom Papai Noel
que foi eliminado em nome da Verdade
pelo mundo moderno, hipócrita e cruel...

Passou a ser mentira essa felicidade
tão pura como a água e doce como o mel...
Por que um culto assim tão grande à Realidade
se ela, às vezes, nos fere e amarga como o fel?

E a Justiça, e o Amor, e a Amizade, e a Virtude?
Será, sempre, a Verdade aquilo que se ensina,
que se julga possuir e apenas nos ilude?

Como Papai Noel que agora se desmente,
quanta coisa julgamos viva, genuína,
e morre num Natal, um dia, de repente...
(Coletânea O TEMA É NATAL, página 15, I Concurso Norte-Fluminense de Sonetos, do Instituto Campista de Literatura, Campos, RJ)

Nenhum comentário: