sábado, 29 de janeiro de 2011

ENIGMA

ENIGMA (ENSAIO)
                    Marilândia Marques Rollo

Por essa vida afora, nem mais sei o que em mim pranteia ... o que em mim sorri.
Hibernados enigmas – calvário no negro manto das trevas...
Mágoas tecidas em fios das desventuras - veladas sombras nos labirintos do destino.
Saudades d’ilusões que nunca tive – horas mortas a padecer no silêncio de lágrimas...
Infindáveis tormentos num rosário em desatino revivem sonhos dum passado...

_Passado que foi meu...e que em outras eras sonhei…_

(Do site www.prefacio.net, com anuência da autora)

Um comentário:

marilandia disse...

Sinto-me muitíssimo honrada por participar de seu esplêndido blog, Filemon.
Agradeço de coração a postagem de "ENIGMA".

Beijos com carinho.
Marilândia