quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

NOSSO AMOR

                          NOSSO AMOR
                                        Filemon F. Martins  
                    Nosso amor floresceu entre os espinhos
                   e junto a eles, talvez, há de crescer.
                   Mas crescerão, também, nossos carinhos,
                   pois sem eles jamais vamos viver.
                   Nem devemos ficar desanimados
                   por termos que sofrer separação,
                   mas sejamos fiéis e consagrados
                   a esse amor que nasceu no coração.
                   Não devemos, assim, viver chorando
                   por sermos perseguidos pela dor.
                   Antes, tenhamos fé sempre cantando
                   e bendizendo a Deus por nosso amor.
                   Se tivermos a fé que vence o mundo,
-         os espinhos em flores se farão,
porquanto unidos nesse amor profundo
havemos de vencer a solidão.
E se formos, um dia, desprezados,
nosso amor vencerá, cremos em Deus:
-         Nossos sonhos serão realizados
se confiarmos nos conselhos Seus.
Então, vamos viver num paraíso,
um lar de paz, amor, compreensão,
onde você feliz, com seu sorriso,
será do meu viver toda a razão!


Caixa Postal 64
11740-970 – Itanhaém – SP.


                           

Um comentário:

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

Filemon...
Amor é Amor, em todas as situações, até mesmo "entre espinhos", mas de extrema importância, é que "resista" e cresça, com felicidade das partes envolvidas.
Belos versos, amigo.
Bjo de Luz.
Mais uma vez: obrigada pelo carinho de publicar meus versos simples, porém de alma inteira.