sábado, 19 de março de 2011

VIDA E MAR

VIDA E MAR
                Edimo Ginot
Viver é quase sempre um navegar
içar as velas, soltar as cordas: deslizar
achar o rumo que o céu vai nos mostrar
pois a vida, quase sempre, é como o mar

que sopre o vento que desfralda o meu destino
ou a calmaria que exaspera o meu pensar
novos portos estão além do que eu atino
e a terra firme atrapalha o meu andar

e se o vento for mais forte que a alma
e quebrar a paz e a quietude do meu mar
quero ter discernimento e muita calma
deixar o barco e saber como nadar

(Do livro POETA VENCIDO, página 26)

Nenhum comentário: