sábado, 16 de abril de 2011

CANÇÃO DO AMOR ETERNO

CANÇÃO DO AMOR ETERNO
  Angela Faria de Paula Lima


Que seja terno posto que é suave
Que seja muito, posto que é denso
Que seja leve como o vôo d’ave
Que seja eterno posto que é imenso

Que seja brando como a luz da lua
Que a madrugada espalha pela rua!
Que seja intenso e forte como o sol
Incandescente luz no arrebol!

Seja paixão, motivo de alegria
Que seja só ventura todo o dia
Que seja a paz maior do coração

Que seja audaz, que arrisque a própria sorte...
Que não venha a temer nem mesmo a morte!
Inesgotável fonte de canção!.....

(Da autora – via e-mail para o Blog do Filemon)

Nenhum comentário: