sexta-feira, 22 de abril de 2011

MISTER PERSEVERAR

   MISTER PERSEVERAR

                    C. A. Beiral

Sem dividir os erros que pratico,
alguns infelizmente desejados,
eu não sei bem se arrependido fico,
por ouvir seus apelos reiterados.

A mim próprio prometo e planifico
como manter-me a salvo dos chamados,
mas num triz me descuido e me salpico
nos charcos tibiamente contornados...

- Fácil descer, confirmo e me deploro,
sentindo que preciso, mas não choro,
como quem se flagela em penitência;

Mesmo assim, não desgarro do meu lenho,
e me levanto pela fé que tenho,
que posso e vou vencer qualquer falência!


(Do livro CANTIGAS & APONTAMENTOS, página 119)

Nenhum comentário: