segunda-feira, 19 de setembro de 2011

SEM SAÍDA

Sem Saída*

KARINA*

o que fazer sem a poesia
se o sol esconde-se no horizonte
se a lua sequer murmura
a agonia do soletrar do teu nome?

o que rezar sem a poesia
se teu rosto me é tesouro
esculpido em pedra jade
no templo que erigi crente
no meu peito sem trono?

o que pensar sem poesia
se o mar ainda teima em me molhar
a razão, a mente, a descrença
dos pensares que joguei na areia
subestimando o verbo amar?

o que sonhar sem poesia
se fechas teus olhos para a estrela
perdes-te nos sons silenciosos da música
que meu coração soprou-te na despedida
como um beijo de alvas e formosas letras?
o que fazer sem Poesia?

(Do site http://www.prefacio.net/)


Nenhum comentário: