quinta-feira, 6 de outubro de 2011

EU E OS GIRASSÓIS

EU E OS GIRASSÓIS

Jô Tauil

Amo girassóis!
Que submissos!
E não há sofrimento
Nessa submissão
Incondicional fidelidade
Grande determinação
Sem escravização

Isso é regra de vida
Sem argumentos
Sem aprendizado ou conflito
Uma força natural
Conduz o caule
Ordena...incita...
O giro da flor

Isso acontece
Toda vez que muda
A direção do regente
É busca de vida!
De sobrevivência!
É busca de força
Que a tudo ilumina

A regra do girassol
Também vale pra mim
Há lugar certo
Onde preciso estar
O florescer da vida
Depende dos estatutos
Que temos dentro de nós

Como o girassol
Também necessito
De luz absoluta
Se para Ela
Não me voltar
Correrei sérios riscos
EU PRECISO DE DEUS!

Nele meu sentido
Está contido
É meu guardião
EU dele me recebo
Como o girassol
Recebe o sol
Não vivo sem essa luz!

Deus é meu sol
E só chego a ser
Quem realmente sou
Porque tenho os olhos voltados
EM SUA DIREÇÃO!...
(Do site www.prefacio.net)

Nenhum comentário: