segunda-feira, 3 de outubro de 2011

FELICIDADE I

FELICIDADE I

Filemon F. Martins


A Felicidade chegou,
bateu à tua porta,
olhou carinhosamente,
chamou insistentemente,
gritou desesperadamente,
mas ninguém a viu,
ninguém a atendeu.

E ela se foi pelos caminhos da vida...

Foi assim que cheguei e te chamei,
mas não me ouviste.
Andei a teu lado,
mas não me viste.
Abri meu coração e disse que te amava,
mas não me acreditaste.
Busquei teu amor, nem sequer me olhaste.
Decerto amavas outro...

E fui assim, como a Felicidade,
seguindo o meu destino,
em busca de outros lábios,
em busca de outros braços,
até me perder nas curvas do caminho
...

Nenhum comentário: