segunda-feira, 23 de abril de 2012


        TROVAS



Não peço o céu numa prece,

nem temo o inferno, querida,

pois quem te amou já conhece

inferno e céu nesta vida...

        Orlando Brito



Não dês tanto desapreço

a quem tanto te quer bem!...

- Este amor que te ofereço

eu nunca dei a ninguém!

        Barreto Coutinho



Naquele dia, tristonho,

pousaste os olhos nos meus:

- vivi na tarde do sonho,

morri na noite do adeus!

        Maria Thereza Cavalheiro



Trago, cravado, no peito

um agridoce desejo:

viver um sonho perfeito

na doçura do teu beijo.

        Filemon F. Martins




Caixa Postal 64

11740-970-Itanhaém – SP.

Nenhum comentário: