terça-feira, 19 de junho de 2012

GRINALDAS


GRINALDAS

BARONETO

Adormecido em meu leito de lembranças.
Em serenas recordações de felicidades!
Tal qual criança em fastas de aniversário...
Sonho-te noiva em noites de núpcias!

Tuas alvas vestes, véu e grinalda...
Nos olhos a alegria das suaves manhãs...
Brilham nos madrigais sonhos de criança.
Trazendo em si a candura da menina moça.

Pássaros libertos ao amadurecer da vida
Vamos por entre caminhos floridos...
Livres ao vento concretizando sonhos,
Refletindo amor sem preconceitos!

Na realidade desta fantasia inda te vejo,
Pequena e delicada flor de finas pétalas.
Orvalho dos deuses presente a mim...
Perfume de gardênia em vestes de jasmins!

(www.prefacio.net)


Nenhum comentário: