sexta-feira, 8 de junho de 2012

TEMPO DE AMOR



            TEMPO DE AMOR



                   Filemon F. Martins



Tempo nublado. O céu chorou. Eu juro.

A tempestade chegará em breve.

O mar se enfureceu, ficou escuro

e nadar por aqui ninguém se atreve.



O tempo está instável e inseguro,

na solidão meu lápis não escreve,

pois sabes, meu amor, fico seguro

ouvindo a tua voz, suave e leve...



E quando a chuva terminar, enfim,

vamos sair por aí dizendo sim

em beijos e carícias só nós dois.



Não importa se o céu vai se zangar

e a chuva, uma vez mais, recomeçar,

- não deixo nosso amor para depois.



filemonmartins@bol.com.br
Caixa Postal 64
11740-970- Itanhaém – SP.

Nenhum comentário: