sexta-feira, 12 de outubro de 2012

ESCADA DE TROVAS


ESCADA DE TROVAS 

Filemon F. Martins

SUBINDO:

Deixava a vida passar
se, numa rede deitado,
eu tivesse teu olhar
para os meus olhos, voltado.

No afago do teu calor
viver a vida sorrindo,
mais feliz que um trovador
quando as trovas vão surgindo.

Como canção de ninar
ao embalo do coração,
quero viver, quero amar,
curtindo toda a emoção.

Se eu tivesse teu amor
nunca haveria depois.
Bailando qual beija-flor
num beijo só de nós dois.

NO TOPO:

SE EU TIVESSE TEU AMOR
COMO CANÇÃO DE NINAR,
NO AFAGO DO TEU CALOR
DEIXAVA A VIDA PASSAR.

Nenhum comentário: