terça-feira, 16 de outubro de 2012

TROVAS


TROVAS, O RADAR, 16/12/1979.

 

Queres que eu volte... Entretanto,

nem mesmo me encontrarias...

Agora, passado a encontro,

já não são teus os meus dias!

    MARIA THEREZA CAVALHEIRO

“Não espere por ninguém”

é uma errada expressão:

quem não quer perder o trem

... passa a noite na estação.

    RODOLFO COELHO CAVALCANTE

É a saudade uma espécie

de moléstia diferente:

machuca, fere; não mata,

mas maltrata muita gente.

    CARLOS EDUARDO SEIXAS

Pelo vidro da janela

eu fitava o firmamento;

dentro de mim uma aquarela,

mesmo com o céu nevoento...

    BENEDITO VIEIRA DA SILVA

 

(COLUNA DE MARIA THEREZA CAVALHEIRO)

Nenhum comentário: