segunda-feira, 26 de novembro de 2012

NASCE JESUS


            NASCE JESUS

 

                                Assis Cabral

 

Nos céus surge um clarão. Nos céus da Palestina

com miríades de sóis e estrelas aos milhares

brilhando sobre a terra, enchendo os puros ares,

de um fulgor que se esparge ao vale e na campina.

 

Ao redor de Belém, eis tudo se ilumina.

Belém toda silêncio. Há repouso nos lares.

A gleba de Davi, entregue aos seus cismares,

vê descer sobre si a excelência divina.

 

Os anjos cantam glória a Deus lá nas alturas,

proclamam paz no mundo. As Santas Escrituras

cumprem-se com rigor. Aos homens raia a luz.

 

O arcanjo celestial, numa expressão tão bela,

conta o fato real. Pois, na gruta singela,

a História muda o curso – É nascido Jesus.

(I Concurso Norte-Fluminense de Sonetos, página 26)

Nenhum comentário: