sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

ESTRELA DE BELÉM


Estrela de Belém

Lourival Garcia Terra

 

Estrela de Belém, graciosa, refulgente,

Que entre os astros surgiste à ordem divinal,

Bendita, singular, nívea, monumental

Nos céus, nos amplos céus, dos climas do Oriente.

 

Estrela de Belém, o teu porte imponente

Encheu de brilho o imenso espaço sideral,

Guiou de longas plagas, qual místico fanal,

À terra de Davi, os magos do Oriente.

 

Estrela de Belém, a tua maior glória,

Com registro na Bíblia arquivada na História

Que mais fez projetar no mundo a tua luz,

 

Foi que cumpriste bem a missão soberana

De trazer nova era para a raça humana

E assinalar bem claro o Natal de Jesus!

 

In O Jornal Batista #52 – Dez 1961

(A POESIA DO NATAL-ANTOLOGIA-ORG. DE SAMMIS REACHERS-RJ)

Nenhum comentário: