terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Estrangeira


Estrangeira

Delasnieve Daspet
.
Na ponta do lápis
Nesta existência descubro-me
Sem medos, sem remorsos, sem lamentações,
Uma incógnita!
.
Tudo é estranho na vida
O ambiente muda
E a apatia é total.
.
Crise de saudade
Do que não sei...
Do nascer e não saber.
.
Incomunicação total
Não poder dizer a ninguém
O que se houve e o que não há.
.
Sou de onde,
De que raça,
De qual cultura,
Quem me ama,
O sistema de valores é igual?
.
Tudo é estranho e irreal,
Neste mundo de regras exóticas,
Não consigo compartilhar meus anseios,
Sou estrangeira em meu meio.

 
Campo Grande - MS -29.01.2012

Nenhum comentário: