terça-feira, 8 de janeiro de 2013

TROVAS (AUTORES DIVERSOS)


TROVAS

 

Nunca o amor se satisfaz

e sempre se contradiz:

Faz e não sabe o que faz,

diz e desdiz o que diz...

    Luiz Rabelo

 

Naquele instante do adeus

do nosso encontro fortuito,

teus olhos e os olhos meus,

discretos, disseram muito.

    Heitor Stockler

 

A própria infância, também,

é do passado uma voz:

Saudade, às vezes, de alguém,

que vive dentro de nós...

    Hélvécio Barros

 

Quem não calcula a descida

e faz da droga um suporte,

cai do trapézio da vida

na rede fria da morte.

 

(TROVAS PARA REFLETIR, página 94, de Maria Thereza Cavalheiro)

Nenhum comentário: