quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

CALÊNDULA LITERÁRIA


TROVAS – CALÊNDULA LITERÁRIA Nº 416

 

 

Compondo versos, eu faço

desta vida uma canção

e prego, por onde passo,

a mensagem do perdão!

 

CLÊNIO BORGES

Porto Alegre/RS

 

Daquela união de outrora

aos poucos, se extingue a chama..

e os nossos sonhos, agora,

não cabem na mesma cama.

 

ARLINDO TADEU HAGEN

Belo Horizonte/MG

 

Sem ser rude mas, valente,

segue adiante, trovador,

compondo, em verso candente,

toda beleza do amor

 

CLÓVIS SILVEIRA

Veranópolis/RS

 

Sinto inveja dos ponteiros

de hora em hora se encontrando,

pois gasto meses inteiros

sem sucesso, te buscando...

 

LACY JOSÉ RAYMUNDI

Garibaldi/RS

 

Comparo o viver sozinho

e, que muita gente tem,

à tristeza de um caminho

onde não passa ninguém.

 

CONRADO DA ROSA

Porto Alegre/RS

 

Ah, Senhor, que a estrela-guia

que anunciou o Salvador,

mostre que a paz fugidia

só pede um berço de amor

CAROLINA RAMOS

Santos/SP

 

Nenhum comentário: