quarta-feira, 15 de maio de 2013

A ESTRELA MÃE


A ESTRELA MÃE.

Baroneto

Contemplando o seu universo jardim
Sentiu o criador a necessidade
De criar a mais brilhante entre todas
Brilhante e cristalina estrela matutina.

Regada ao seu suspiro de criador
Purificou ditosa estrela com seu carinho
Salpicada ao brilho do raio de sol
De eterno sentimento de puro amor

Convocou a imensidão do infinito
Ditou em prece fervente e viva
Que criara a fonte eterna da vida

Neste instante todo perfume celestial
Reverenciando formosa inspiração
Declara em viva voz ela, mãe...
Prenuncio de amor e criação.

(www.prefacio.net)

Nenhum comentário: