domingo, 23 de junho de 2013

UM AMIGO EM NAZARÉ

UM AMIGO EM NAZARÉ

SAMMIS REACHERS

Teu o tem essa coisa, sabe,
de expandir a Realidade

Teu amor, fúria e brisa,
cata-me pelo chão, me constrange
a continuar

Tuas palavras me multiplicam,
ó Foz do Rio da Vida,
meu Ombro, meu Amigo

“Levou-me à casa do banquete,
e o seu estandarte sobre mim era o amor.”
Cantares 2.4


(Do livro DEUS AMANHECER, página 30)

Nenhum comentário: