quinta-feira, 11 de julho de 2013

A SAUDADE E O RIO...

 A SAUDADE E O RIO...

Theca Angel

Por onde andas querido rio de meus dias
Passas ligeiro, não mais me respondes.
Diga-me para que corres, para onde?
Não mais te importam minhas fantasias.

Deixaste de ser aquele acolhedor ouvinte
Companheiro dos entardeceres amenos
Hoje estou só, esperando de ti, que ao menos, 
As tuas águas banhem est´alma pedinte!

Olho teu curso, sentinela de nosso amor
Quando da lua tu escondias o terno pudor
de apaixonados buscando nossa felicidade!

Já não trago a ti, a alegria de idos tempos...
Já não me vês feliz a correr pelos campos...
 Velho amigo, te peço, afogues esta saudade!

(Da Avbap)




Nenhum comentário: