sábado, 3 de agosto de 2013

ALVORADA

ALVORADA

Angela Faria de Paula Lima 
 
Chovem flores lilases dos ipês
Ao vento do final da madrugada
A lua ainda ronda os céus... Se vê
Surgir no horizonte a alvorada!....
 
Da janela do quarto vejo a imagem
Ouço do galo, o canto de aviso
Que o sol já não tarda. E a luz reage
Pra clarear o dia que diviso...
 
O céu se multiplica em aquarelas
Em cores do azul às amarelas
Matizando as minhas emoções...
 
E enche de harmonia a minha alma
Espalhando no mundo aquela calma
Que hoje eu desejo a todos corações....



(www.recantodasletras.com)

Nenhum comentário: