sábado, 31 de agosto de 2013

BANDOLINS

BANDOLINS

MARIA JOSE ZANINI TAUIL

Choram os bandolins
no cair da noite
estrelas se entristecem
a lua espia
debruçada na janela,
repleta de melancolia
enquanto os sinos dobram
a ave-maria...

Choram os bandolins
com soluços graves
ferindo a alma
com seus lamentos
melancólicas visões
melodias amargas
dedos nervosos
que percorrem cordas
rasgando a noite
em mil pedaços
de solidão

E até dos olhos
da bailarina
correm lágrimas
silentes lágrimas
que se juntam
solidárias
ao sentido choro 
dos bandolins...


(Do site www.prefacio.net)

Nenhum comentário: