domingo, 4 de agosto de 2013

NA AREIA DA PRAIA...

Na areia da praia...
Hilda Rosa


Na areia molhada escrevi muitas palavras.

Muito sobre mim.

Tudo sobre você.

Lavei minha alma,

tirei sua marca tatuada em mim.

Havia uma historia,

tanta vida soterrada,

por desenganos, desencontros.

Tinha você em minha alma,

em meu pensamento,

mas não estava eu em sua alma,

em seu pensamento.

Deitada na água mansa

vejo ir embora nas ondas um pouco de você,

outra parte brinca nos desenhos das nuvens

que se desenham com o vento no céu azul..

Nossas vidas navegam em veleiros separados.

Nos arcos do tempo

não há o portal do retorno.

Não podemos reviver a historia,

consertar os erros, aparar as arestas,

retomar a vida.

As ondas não trarão de volta

o tempo que vivíamos,

soltos e bagunceiros.

Nem deixarão para sempre nossas marcas

Dos corpos molhado nas areis da praia.

Você seguiu em seu veleiro

E eu segui no meu.

A brisa balança a vela.

Nas águas do mar agitado vejo

o reflexo de minha vida.


(AVBAP)


Nenhum comentário: