segunda-feira, 16 de setembro de 2013

INSISTENTEMENTE (Ceres Marylise)

INSISTENTEMENTE
Ceres Marylise


Mesmo vivendo sem ti, vivo contigo,
e te levo numa lágrima constante.
Se pretendo fugir por um instante,
recordo e sem querer, eu te persigo.

Estar longe de ti, esse é o castigo
ao ver-te renascer a cada instante,
pois sinto que estando mais distante,
aumenta o amor que trago aqui comigo.

Já sei que nos consome essa distância,
que só faz aumentar a mesma ânsia,
que a mim te algema e me acorrenta a ti!

É muito triste amar-te assim ausente
e se procuro te afastar da mente,
mais me iludo a supor que estás aqui!




Nenhum comentário: