terça-feira, 1 de outubro de 2013

TROVAS DO FILEMON

TROVAS
Filemon F. Martins

Não me queixo desta vida,
apesar da minha idade.
Queixo, sim, da despedida
que me trouxe esta saudade.

Quando a amargura me assalta
e a tristeza o peito invade,
eu sinto que a tua falta
vai me matar de saudade.

Nesta manhã reluzente
de sol aquecendo a terra,
vejo a beleza presente
no teu olhar cor de serra.

Entre flores, no meu sonho
estavas nos braços meus.
Mas de repente, tristonho,
acordei ouvindo “adeus”.

www.filemon-martins.blogspot.com
Caixa Postal 64
11740-970-Itanhaém – SP.


Nenhum comentário: