quinta-feira, 20 de março de 2014

TROVAS DO FILEMON

TROVAS DO FILEMON

Perpassa uma brisa mansa
beijando as águas do mar,
enquanto a tarde descansa
e espera a noite chegar.

Velhos tempos – que saudade
da infância que tive outrora!
Meus sonhos – fatalidade,
um por um foram embora.

De manhã, sinto o perfume
das flores no meu jardim,
e um beija-flor – que ciúme,
chegou bem antes de mim.

Não reclamo da jornada,
dos problemas que são meus.
Quanto mais íngreme a escada,
mais perto fico de Deus.


(DO LIVRO ANSEIOS DO CORAÇÃO)

Nenhum comentário: