quarta-feira, 18 de junho de 2014

CONFIANÇA (EUGÊNIO RAMOS)

Confiança
Eugênio Ramos

Confiança não se impõe, não
se compra,
não se ganha
Nem vem de graça,
Não é presente nem
sentimento
Nem coisa de momento
Que vem e passa Com a
primeira falha.
A verdadeira Confiança
É fruto da segurança,
Do resultado que se espalha
Como a seda da teia de
aranha.
É a certeza do bem-feito
Que inspira admiração,
respeito,
E que a gente guarda no
peito.


(Jornal LITERARTE- SÃO PAULO)

Nenhum comentário: