segunda-feira, 9 de junho de 2014

LOUVAÇÃO DO BARRO (MARIÀ MANENT)

Marià Manent
(Espanha 1898 - 1988)
Louvação do Barro

Tradução de João Cabral de Melo Neto

Cantarei o barro, porque nele esteve a vida
e este sangue que ferve em nosso corpo.
Meus olhos de barro pressentem o repouso
e o clarão imortal de uma outra vida.

Cantarei o barro porque foi amassada
a nossa carne do barro inconsistente
e na argila curtida e inanimada
o sopro de Deus entrou como a semente.


(POESIA CRISTÃ UNIVERSAL – ORG. SAMMIS REACHERS).

Nenhum comentário: