quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

CRÔNICA DE FIM DE ANO

CRÔNICA DE FIM DE ANO 

Filemon F. Martins 



Fim de ano. Dia 31 de dezembro. Última folha. Último suspiro. Fim de muitos sonhos. E o começo de muitos outros... O sol se põe. Seus raios, por entre as nuvens, vão esparzindo tinta e pintando esse quadro magnífico e deslumbrante, que até a pobre visão humana fica extasiada diante de tanta beleza. Poetas e pintores buscam inspiração para seus versos e quadros nesta tela gigantesca que a natureza cria para embelezar o Planeta Terra. 
Finda-se o ano de 2014. O momento é de reflexão. É tempo de avaliação. 2014 foi um ano conturbado. Muitos políticos, administradores e empresários não honraram seus compromissos para com suas famílias e especialmente perante a sociedade brasileira. Deverão responder pelos seus crimes diante dos tribunais. É tempo de mudança. É tempo de se fazer um exame introspectivo. Há um preceito bíblico firmado para todos nós: “Cada um dará conta de si mesmo a Deus.” Não há como fugirmos do Tribunal Divino. Daí a importância deste balanço. É necessário, portanto, que se façam as contas com rigor, com precisão matemática, a fim de que possamos saber se temos débito ou crédito. E se estivermos em débito, busquemos, então, através de nosso interior, mecanismos capazes para quitar nossa dívida. Reexaminemos nossas consciências, mudemos nossas atitudes, de tal forma que nossos sentimentos sejam positivos. Sejamos mais leais, honestos e coerentes com nossos semelhantes, com nossos amigos, com nossos companheiros de jornada, tornando-nos mais sinceros, solidários e compreensivos nos momentos incertos da existência. 
Sabemos que tudo se transforma. Também o ser humano com seus defeitos e limitações. Mas o ensinamento de Cristo é eterno. E mais uma vez, surge à nossa frente, a alegria de um Ano Novo. Uma nova aurora. Uma cantata de esperança, de renovação, de atitudes positivas. Um Novo Ano resplendente de luz, com novos cânticos e novos sonhos. Que as venturas advindas do Amor, da Paz e da Fraternidade venham nos fazer melhores criaturas em 2015. Que ao limiar do Ano Novo reine em todos os lares o AMOR DE CRISTO e que possamos, entrelaçados pela fé, parodiar o salmista palestino, quando disse: “ ENSINA-NOS A CONTAR OS NOSSOS DIAS, DE TAL MANEIRA QUE ALCANCEMOS CORAÇÕES SÁBIOS.” ( Salmos 90:12) 
Que brilhe agora e sempre a ESTRELA DE BELÉM – JESUS! NOSSO GUIA, NOSSA PAZ E NOSSA LUZ. E ENSINA-NOS, SENHOR, A AMAR DEMAIS! 
FELIZ 2015! 

filemon.martins@uol.com.br 

Caixa Postal 64 
11740-970 – Itanhaém – SP.


Nenhum comentário: