quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

PRESENTE NATALINO (J. CABRAL SOBRINHO)

PRESENTE NATALINO
J. Cabral Sobrinho

Neste Natal, mamãe, o meu presente,
guardado por você no longo espaço
do tempo inútil que me fez ausente,
quero que seja a unção do seu abraço.

Ao revê-la tranquila e sorridente,
no retorno feliz ao seu regaço,
hei de sentir a vida, novamente,
refeito das angústias do cansaço.

Por onde andei, perdi, pelos caminhos,
o tesouro de afetos e carinhos
de que dispunha, estando à sua volta,

Já não sou o mesmo da partida;
trago o cansaço e a fronte encanecida,
tal qual um “filho pródigo” que volta.


(COLETÂNEA O TEMA É NATAL, INSTITUTO CAMPISTA DE LITERATURA, PÁGINA 14) 

Nenhum comentário: