sábado, 17 de janeiro de 2015

TROVAS DE MARIA THEREZA CAVALHEIRO

TROVAS DE MARIA THEREZA CAVALHEIRO

Celulose renascida,
o livro vem da floresta;
como árvore da vida,
vibra, reclama, protesta!

Pode o livro ser tesouro
que alguém garimpou por nós;
é o amigo imorredouro,
que não fala, mas tem voz!

O livro é um amigo mudo,
que nos pode compreender.
Revela em silêncio tudo
que precisamos saber.

O livro confere a chave
que abre a porta da Ciência.
É um sábio, sereno e grave,
que nos amolda a existência.


(DO LIVRO TROVAS PARA REFLETIR, PÁGINA 38)

Nenhum comentário: