terça-feira, 31 de março de 2015

TROVAS - DIVERSOS AUTORES

TROVAS – COLUNA MARIA THEREZA CAVALHEIRO,
JORNAL O RADAR, FEVEREIRO – 2015.

Com fervor, ao Pai Divino,
Criador deste Universo,
pedi pão quando menino:
deu-me o consolo do verso.
        JERRY FILHO

Meu coração vai à luta,
indefeso e apaixonado,
como se fosse um recruta
pisando em campo minado!
        THEREZINHA D. BRISOLLA

Condeno a pena de morte,
ao me lembrar de Jesus,
que sem merecer tal sorte,
for martelado na cruz.
        ARLINDO NÓBREGA

Não há dizer que defina
o doce amor da mulher.
quando toca, mescla, ensina,
faz do homem o que bem quer!

        JORGE FREGADOLLI

Nenhum comentário: