sexta-feira, 15 de maio de 2015

A VIDA

A VIDA

Filemon F. Martins

Gozar! Grita a minha alma já cansada,
de sofrer nos caminhos desta vida,
minha esperança em dor foi sepultada,
tristeza e mágoa sobram nesta lida.

Não desejo lembrar o meu passado,
- felicidade em um minuto passa.
Antes viver sozinho e desprezado,
que juntos e infelizes na desgraça.

Ama! Grita a minha alma pensativa,
não amei com ardor aquela ingrata?
- Amei, mas a paixão é passageira...

Mas nossa vida é incerta e fugitiva,
é transitória e bela e nos maltrata
e ainda mais é grande traiçoeira!



Nenhum comentário: