quarta-feira, 13 de maio de 2015

FILOSOFANDO (LYGIA THEREZINHA F. AMBROGI)

FILOSOFANDO

Lygia Therezinha Fumagalli
Ambrogi


Devia nesta vida estar cansada...
Desci ladeiras e escalei montanha...
Foi longa e árdua minha caminhada,
de sombra e luz, mas, de beleza estranha...


Sofri revezes na áspera jornada...
Venci, porém, com esta fé tamanha.
Os espinhos abriram-se em florada
nos desertos e matas que o sol banha...


Sobre os fiordes da vida fiz castelo,
enfeitei-o com tudo de mais belo,
que passava sonhando o viajor...


Sob as manhãs douradas colhi flores...
Sempre a cantar desfiz os dissabores
e nesta vida, só colhi amor…



(FONTE ALMANAQUE CHUVA DE VERSOS Nº 402, JOSÉ  FELDMAN)

Nenhum comentário: