sábado, 23 de maio de 2015

TROVAS DE IRENE L. GUIMARÃES

TROVAS DE IRENE L. GUIMARÃES

Por uma estrada comprida,
Um carro segue gemendo...
- triste ironia da vida!
Os bois é que vão sofrendo...

Crianças abandonadas,
Sem ter rumo, sem ter guia,
Lembram folhas arrancadas

Ao sabor da ventania.

Nenhum comentário: