quinta-feira, 23 de julho de 2015

OS GUARANIS (BEATRIZ DUTRA)

OS GUARANIS
Beatriz Dutra

Houve um tempo
Em que Peri amou Ceci.
Tempo de águas cristalinas
E verde verdejante.
Tempo de caça e pesca
Abundantes.
Tempo em que os índios
Cantavam, dançavam
E eram felizes.
Hoje, os guaranis imolam-se.
Acuados e desesperançados,
Para sobreviverem
Tornam-se boias-frias.
Depois, alcoólatras.
Por fim,
Ante a falta de perspectivas,
Matam-se,
Na expectativa
De reencontrarem
A almejada liberdade
E a perdida felicidade.


(O JORNALZINHO, JUL/AGO/2015, PÁGINA 4)

Nenhum comentário: