sexta-feira, 7 de agosto de 2015

APELO (ENO THEODORO WANKE)

APELO
ENO THEODORO WANKE
(Este soneto obteve 160 versões para 95 idiomas. É o soneto em português mais traduzido para idiomas estrangeiros)

Eu venho da lição dos tempos idos
e vejo a guerra no horizonte armada.
Será que os homens bons não fazem nada?
Será que não me prestarão ouvidos?

Eu vejo a Humanidade manejada
em prol dos interesses corrompidos.
É mister acabar com esta espada
suspensa sobre os lares oprimidos!

É preciso ganhar maturidade
no fomento da paz e da verdade,
na supressão do mal e da loucura...

Que a estrutura econômica da guerra
se faça em pó! E que reinem sobre a terra
os frutos do trabalho e da fartura!


(Focalizado em meu livro FAGULHAS, páginas 159/165)

Nenhum comentário: