terça-feira, 4 de agosto de 2015

DIVINA PAUTA (CECIM CALIXTO)

DIVINA PAUTA
CECIM CALIXTO (1926/2008)

Quisera um dia te falar do jeito,
da formosura dos jardins da vida,
e te afirmar que o nosso amor refeito
vai resgatar uma paixão ferida.

Pois já dói menos meu sofrido peito
ouvindo a pauta que não fora ouvida.
Ela só fala de um amor perfeito
e da ternura que nasceu ungida.

Amor tão grande assim, e sem pecado,
o céu alcança e não será negado
no eterno livro que só Deus assina.

Há de brilhar no céu a nova estrela...
e o mundo inteiro há de sorrir por vê-la
na pauta escrita pela mão divina.


(Focalizado em meu livro FAGULHAS, páginas 56/58)

Nenhum comentário: