sábado, 15 de agosto de 2015

TROVAS DE O RADAR, COLUNA DE MARIA T. CAVALHEIRO

TROVAS DE O RADAR, COLUNA DE MARIA THEREZA CAVALHEIRO (SÃO PAULO)

De uma forma muito astuta,
a mentira nunca falha:
hoje atinge a quem a escuta,
amanhã a quem a espalha.
JOSÉ OUVERNEY

Ainda que sejas minha
já nos lençóis do meu sonho,
tu moras em cada linha
das páginas que eu componho!
PEDRO MELLO

Que Deus com sua bondade,
num gesto de amor profundo,
ilumine a humanidade
e envie paz a este mundo!
MARIA THEREZA CAVALHEIRO

Quando o trem parte lotado,
carregado de ilusões,
meu peito fica apertado
com medo dos arrastões.

FILEMON F. MARTINS

Nenhum comentário: