terça-feira, 22 de dezembro de 2015

NATAL (JACY PACHECO)

NATAL
Jacy Pacheco (Niterói)

Sempre o ano termina em farta messe
para alguns, na efusão de vinhos finos,
enquanto a fome cresce e recrudesce,
marcando um festival de desatino...

Por isso é que dezembro me entristece!
Quando fulge o Natal, tangendo sinos,
ergo ao Menino-Deus ardente prece:
- Jesus – Zelai por todos os meninos!

Olhai os pobres órfãos, sem sustento,
os que, fitando o céu, penando, embora,
buscam seguir o vosso ensinamento!

Se o mundo treme aos pés dos pecadores,
nascei sempre, Jesus, a cada hora
no coração dos vossos seguidores!


Nenhum comentário: