quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

TROVAS DO FILEMON

TROVAS DO FILEMON

Não lamento a minha idade
que vai, no tempo, avançando.
Lamento a dor da saudade
que, aos poucos, vai me matando.

Um sentimento profundo
vem meu poema compor:
querer transformar o mundo
usando o poder do amor.

Não reclamo da jornada,
dos problemas que são meus.
Quanto mais íngreme a escada,
mais perto fico de Deus.

Pela praia, andando a esmo
ouvindo o som da maré,
sinto crescer em mim mesmo
o poder que vem da fé.



Nenhum comentário: