quinta-feira, 19 de maio de 2016

MINHA OPINIÃO

MINHA OPINIÃO:

Reforma da Previdência vai resolver o problema? É evidente que não. É preciso que o governo queira e a sociedade cobre o fim da roubalheira em todos os setores, repartições, ministérios e obras públicas, etc. Vamos relembrar: escândalo das ambulâncias, conhecido como Operação Sanguessuga, Mensalão, Petrolão, Transposição do rio São Francisco, Ferrovia Norte-Sul (esta passa pelo Tocantins e constataram agora que os dormentes não suportariam o peso das locomotivas com minério), Bndes, Estádios e obras da Copa 2014 e entre tantos outros, até a merenda escolar. Agora, imagine esta roubalheira em todos os Estados, em todas as prefeituras e Municípios. Não há País que aguente, não há reforma que dê jeito. Em 2003, a Emenda Constitucional nº 41, aprovada graças ao mensalão, que, segundo Lula, nunca existiu, acabou por taxar aposentados e pensionistas do serviço público federal. Por isso, pagamos 11% dos nossos salários para quem sabe? – termos uma outra aposentadoria depois da morte. Pergunto: os políticos também pagam depois de aposentados? A Reforma da Previdência só vai alcançar os trabalhadores, que trabalham de sol a sol para ganhar algumas migalhas. Sou contra e seria a favor de qualquer reforma se ela incluísse todos os políticos: prefeitos, vereadores, deputados estaduais e federais, governadores, senadores. Ora, é patente a incompetência na gestão do dinheiro público. Pessoalmente, trabalhei no jornal Folha de S. Paulo mais de vinte anos e o desconto do INSS já vinha embutido no contra-cheque. Por concurso público, fui para a Pref. do Município de São Paulo e também por concurso público, fui para o Judiciário Federal, onde me aposentei. Se depois de aposentado, tenho que continuar pagando mais 11% é porque o que paguei anteriormente não foi bem administrado. Aliás, para um cidadão sindicalista e aspirante à Presidência da República, na época, salário de trabalhador não era renda, mas quando ele se viu na Presidência mudou de ideia e agora é, porque além dos 11%, pagamos também 27.5 de Imposto de Renda Retido na Fonte. Por essas e outras, a sociedade precisa se conscientizar e saber discernir entre o bom e o ruim. Pensar que tudo que a mídia (Rede Globo, Bandeirante, Record, SBT) prega é bom, é continuar remando contra a maré.


PS.: Apesar de o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL ter condenado boa parte da cúpula do PT, no caso do Mensalão, comprovando que houve a compra e venda de votos para aprovar esta injustiça, ainda não conseguimos anular judicialmente esta maldita taxação dos inativos ou pelo menos diminuir o percentual de desconto, que é exorbitante.   

Nenhum comentário: