terça-feira, 20 de setembro de 2016

TROVAS DE MARIA THEREZA CAVALHEIRO

TROVAS DE MARIA THEREZA CAVALHEIRO

Quando a dúvida se instala
dentro de um peito infeliz,
não importa o que ela fala,
já se sabe o que ela diz!

Quem bate às costas da gente
procura, às vezes, lugar
para o punhal, simplesmente,
com mais firmeza enterrar…

Quem perde a oportunidade
por medo de ser feliz,
não colhe nem a saudade,
que arrancou pela raiz!

Reticências... uma frase
que alguém pensa mas não diz...
Justamente aquele "quase"
que nos faria feliz!


(ENCANTO DAS TROVAS, TOMO VIII, VOL. 3, JOSÉ FELDMAN)

Nenhum comentário: