sábado, 1 de outubro de 2016

TROVAS DE JOSÉ DE ÁVILA

TROVAS DE José de Ávila - Alfenas/MG (1904 - ????) Barretos/SP


Ah! estou muito mudado.
Bem diferente me vejo.
Já pequei por atacado
e agora, peco a varejo.

A mulher não é de graça.
Abusa pra ver! Depois,
não te queixes, que ela passa
o carro à frente dos bois.

Ao lhe contar meu segredo,
mesmo só pela metade,
o nosso amor de brinquedo
virou amor de verdade.

Bem contra a minha vontade,
vento da recordação,
pões o moinho da saudade
a moer meu coração.

Botão-de-rosa vermelho
que do jardim fulge a um canto!
Diante de ti, eu me ajoelho
embriagado de encanto.


(ENCANTO DAS TROVAS, TOMO IV, VOL. 3, SP, JOSÉ FELDAN)

Nenhum comentário: