terça-feira, 15 de novembro de 2016

CANTANDO O AMOR

CANTANDO O AMOR

Filemon F. Martins

É belo o amor sublime do meu sonho
que em minha vida já se fez real.
Não há razão para viver tristonho,
se estás comigo eu venço o vendaval.

O céu está mais lindo e mais risonho,
saudando a nossa paz transcendental.
O tempo passará, mas - pressuponho,
nosso amor subirá ao pedestal.

Viver este momento tão singelo
sempre foi meu desejo e meu anelo
sentindo o teu carinho e teu calor.

Querer-te assim numa expressão sincera,
Verão, Outono, Inverno ou Primavera,
hei de te amar com todo o meu amor.

Caixa Postal 64
11740-970-Itanhaém – SP.


Nenhum comentário: