sexta-feira, 31 de maio de 2013

AMOR E ÓDIO

        AMOR E ÓDIO
             Eugênio de Freitas

O amor é construção definitiva,
peculiar ao peito bom, que o sente.
Do cérebro se mostra independente,
é luz solar que a todos nós cativa.

O ódio se opõe à natureza viva,
apraz-lhe o morticínio tão-somente.
Arrasa tudo o que lhe chega à frente,
na escuridão funesta que o motiva.

O ódio, tal qual o amor, perdura eterno.
São dois extremos, bem assim rivais,
no entendimento que eu aqui externo.

Propensos a posturas desiguais,
um deles vai ao céu, o outro ao inferno,
e andam cientes de se unir jamais.

(Jornal do Enéas, número 16, página 4)


quinta-feira, 30 de maio de 2013

TROVADORES INESQUECÍVEIS...

TROVADORES INESQUECÍVEIS E SUAS TROVAS!!
(UBT DE CURITIBA-PR)

Sob o sol se vai o arado
começando a semeadura
dando anúncio de noivado
entre o suor e a fartura.
†Miguel Russowsky

Não morre nunca o poeta,
e embora deixe saudade,
apenas alcança a meta
sublime da eternidade.
†Horácio Portela
Você vai viver cem anos
arrisca alguém um palpite,
mas não está em meus planos
aceitar nenhum limite.
†Antônio Facci

Nessas angústias que oprimem, que trazem o medo e o pranto, há gritos que nada exprimem, silêncios que dizem tanto !… †Luís Otávio
O coração nasceu mudo,
Deus fê-lo assim de prudente,
para que não conte tudo
que vai por dentro da gente.
†Floriano de Lemos

Após causar desencantos
e nos fazer peregrinos,
a seca faz chover prantos
nos olhos dos nordestinos…
†Ademar Macedo
Parti do Norte chorando, que coisa triste, meu Deus!… – Eu vi o mar soluçando e o coqueiral dando adeus… †Aparício Fernandes
Um barco à margem de um rio,
abandonado, sem remos…
lembrando todo o vazio
de um sonho que não vivemos…
†Colombina
Geada… roça perdida,
e, em meio a tristeza tanta,
só o pinheiro sente a vida,
ergue os braços, reza e canta!
† Vera Vargas
Sou mais alta que esse morro,
mais vasta que aquele mar.
Há muito que me percorro
sem me poder encontrar.
† Cecília Meireles


quarta-feira, 29 de maio de 2013

A MAGIA DO AMOR

A MAGIA DO AMOR

       Robson de Sousa Martins

Teu olhar atraente e misterioso
Seduz-me a cada instante;
Teu sorriso maravilhoso
Torna-te uma pessoa linda, excitante.

Sinto por ti algo intenso,
Um sentimento infinito, sem descrição.
Não há outra mulher em todo universo
Que tenha tanto encantado meu coração.

De ti depende meu viver,
Tua felicidade é meu objetivo;
Pois tu és a minha razão de ser.

Para ti ofereço minha vida,
Em troca peço apenas felicidade

Carinho, atenção e sinceridade.

terça-feira, 28 de maio de 2013

RAPSÓDIA (Oração à beleza)

RAPSÓDIA
             (Oração à beleza)
       Humberto Del Maestro

Senhor,
colocai em nossas mãos
as sementes da beleza
e deixai-nos semeá-las,
sempre e sempre,
pelos canteiros da vida.


Do livro PAVANAS MINHA MENINA BONINAS, página 25)

segunda-feira, 27 de maio de 2013

AMORES

AMORES

LUCÍLIA DE TOLEDO MEZZÓTERO

TARDE
LUA
CHEIA
A MATA É TÃO VERDE
E ME TRAZ AQUI ESTE
AROMA TODO?!...

E A MATA ENTROU,
E ESTÁ COMIGO,
VENDO A TARDE,
A LUA,
TUDO
CHEIO DE AMOR!


(Do livro VALEU A PENA...?, página 33)

domingo, 26 de maio de 2013

SERENIDADE

        SERENIDADE

                SUELLY CORRÊA GOMES

Se um dia te bater à porta a glória
recebe-a com carinho e gentileza.
Não a ostentes aos outros, por grandeza,
nem te enfeites nas luzes da vitória.

Aceita no seu abraço e a sua história
e lhe beijes a mão de realeza,
mas não deixes pesar em tua pureza
e nem a tragas sempre na memória.

E se um dia chegar a ti o fracasso
recebe-o com humildade e não insiste
do coração na dor e que alguém note.

Vai seguindo na vida o calmo passo:
que nenhuma conquista te conquiste
e nenhuma derrota te derrote.


(Do livro TU NA DISTÂNCIA, página 85)

sexta-feira, 24 de maio de 2013

TROVAS SOBRE MÃE


TROVAS SOBRE MÃE

Aos céus, minha mãe, tão crente,
por mim pediu com fervor,
e o Destino, surpreendente,
fez-me, agora, um trovador.
        Jeremias Ribeiro Filho
Minha mãe – como eu quisera
do meu amor dar-te prova,
e o meu carinho - pudera
enviar-te numa TROVA.
        Filemon F. Martins
Minha mãe morreu tão nova,
não seguiu seus ancestrais.
Que triste vê-la na cova
podendo viver bem mais.
        Humberto Del Maestro

terça-feira, 21 de maio de 2013

MÃE (Henny Kropf)


MÃE
Henny Kropf

Mãe, encontrei
em seus olhos, a ternura,
em sua face, a formosura,
em seus lábios, a doçura,
em sua tez, a alvura,
em seu sorriso, a brandura,
em sua vida, a bravura,
em seus cabelos, a lindura
em sua presença, a ventura
e em seu coração, a candura.

(O Jornalzinho, maio/junho/2013, página 10)

segunda-feira, 20 de maio de 2013

PARA SEMPRE (Carlos Drummond de Andrade)


Para Sempre
Carlos Drummond de Andrade
Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

sábado, 18 de maio de 2013

MÃE (Mário B. França)


MÃE
          Mário Barreto França
Quando eu vejo um berço onde se inclina
a mais santa mulher que o filho agrada.
Lamento a minha sorte, a minha sina
que me fez te perder na infância amada.

De então – pela existência peregrina,
falta-me tudo! Mãe – não tenho nada
que me dispense a graça pequenina
duma amizade desinteressada...

Ai quem me dera te tornar à vida
para inda ouvir a tua voz querida
e em teus braços maternos repousar...

Porque somente o que tem mãe no mundo
pode encontrar no seu amor profundo
a fé e o alento para crer e amar...

sexta-feira, 17 de maio de 2013

AMOR MAIS PURO NÃO HÁ (LY)


AMOR MAIS PURO NÃO HÁ

LY

A CHAMAMOS SEMPRE
CREIO SER O NOME
MAIS ACLAMADO NO MUNDO
QUANTOS MÃEEEES POR SEGUNDO
ATÉ EM SONHOS A CHAMAMOS
PARA NOS ACUDIR...
NÃO SE MEDE SEU SENTIR
NÃO HÁ AMOR MAIS PROFUNDO

“MÃE”
LETRINHAS TÃO ÚNICAS;
DECLARADAS ABERTAMENTE
AH! SE TODOS AMASSEM ASSIM
TUDO SERIA DIFERENTE
SERIA O PARAÍSO
NA TERRA DOS VIVENTES...

Todo louvor é pouco diante da grandiosidade de um Ser
que em total comunhão simbiótica
amorosa se propõe
a aceitar outro Ser dentro de Si...
TODO MEU CARINHO ÀS TODAS A MÃES!

(www.prefacio.net)

quinta-feira, 16 de maio de 2013

MÃE!


MÃE!

Jô Tauil

Mulher que me guia
Nos atalhos da vida
Plantando em meu solo
Sementes de amor
Inventas histórias
Tens reino encantado
Onde sou princesa
(mas tu és rainha!)
Tuas águas tão claras
Nunca conduzem
A tristes naufrágios
Nem teu imenso carinho
Passa por desenganos
Mãos abertas em leque
Acolhem meus sonhos
Traças roteiros
Com pincéis de esperança
Preenches meu viver
Com risos
Com bálsamos
Com ternura desmedida
Teus braços, meu mundo
´São o fim da viagem
São meu porto seguro,
QUERIDA MÃEZINHA!


2010

(www.prefacio.net)

quarta-feira, 15 de maio de 2013

A ESTRELA MÃE


A ESTRELA MÃE.

Baroneto

Contemplando o seu universo jardim
Sentiu o criador a necessidade
De criar a mais brilhante entre todas
Brilhante e cristalina estrela matutina.

Regada ao seu suspiro de criador
Purificou ditosa estrela com seu carinho
Salpicada ao brilho do raio de sol
De eterno sentimento de puro amor

Convocou a imensidão do infinito
Ditou em prece fervente e viva
Que criara a fonte eterna da vida

Neste instante todo perfume celestial
Reverenciando formosa inspiração
Declara em viva voz ela, mãe...
Prenuncio de amor e criação.

(www.prefacio.net)

terça-feira, 14 de maio de 2013

MÃE (Irene L. Guimarães)


MÃE
Irene Lopes Guimarães

Mãe, se sorrires,
seja teu riso iluminado!
Se tiveres o rosto
banhado em lágrimas
seja teu pranto conformado!

Que Deus não te abandone,
fortaleça sempre,
mais e mais, a tua fé,
porque mais do que nunca
o mundo precisa de ti!

Nessa hora em que a família,
em decadência, oscila à beira
do abismo, somente um ponto
de apoio poderá sustê-la:
teu imenso e sublime amor!

(Anuário de Poetas do Brasil-1980-3º volume, página 162-org. de Aparício Fernandes-RJ.)

filemon.martins@uol.com.br

segunda-feira, 13 de maio de 2013


       MINHA MÃE
             Marina Tricânico
 
Fui e sou, para alguém, perfeita e bela,
tenho tudo que a vida pode dar.
Sou frágil sempre, criança, para ela,
ela que é boa e tanto sabe amar.
 
Todo esse amor de santa, é luz que vela
meus passos nesta vida, a caminhar.
E onde quer que eu me volte, os olhos dela
são ternos, vigilantes, a me olhar.
 
E quando tenho a sua companhia,
é como se mil anjos me cercassem,
dando-me aquilo tudo que eu queria!
 
Ah, quando chega, de beijá-la, a vez,
sinto como se pássaros cantassem
o doce nome seu: Maria Inês...
 
(Anuário de Poetas do Brasil, 1º volume, 1982, página 343, org. de Aparício Fernandes-RJ)

domingo, 12 de maio de 2013

MÃE


    MÃE
             Helena Collin
 
Mãe... algo diferente
que a gente não explica...
não imita...
e só quem o é...
pode igualar.
Mãe...
Já é... quando pensa que vai ser
porque, quando é,
sente que não poderia jamais...
deixar de ser!
Mãe!...
Mistério...
dádiva...
valor!...
 
(Anuário de Poetas do Brasil, 1º volume, 1982, página 172, org. de Aparício Fernandes-RJ)

sábado, 11 de maio de 2013

HOMENAGEM ÀS MÃES


MÃE

 

Filemon F. Martins

 

O corpo toma formas diferentes,

tudo parece estar fora do lugar:

quadril, rosto, braços, pernas, coxas...

O ventre se expande e começa a crescer...

Há um sinal de vida que vem vindo,

um novo ser, com certeza, lindo.

 

Agora, a gestação se faz presente

e durante nove meses vamos nos conhecer,

vamosnos sentir e amar...

 

Crescei e multiplicai-vos...

Ordem do Criador...

Amor materno a toda prova,

amor de mãe, amor sublime, amor sagrado,

amor que tudo crê, espera, perdoa e redime.

Não há fronteiras para o amor de mãe.

Como expressar o amor universal, divino,

a ternura sem par do teu destino,

tuas mãos suaves e delicadas

mãosfirmes, fortes e calejadas

a cuidar do corpo e também da alma.

 

Feliz é quem tem essa mulher guerreira,

mulher de fé e de esperança,

mulher de fibra que se agiganta

diante do pequenino berço

onde repousa uma criança.

 

Bendita sejas, ó mãe, nessa jornada,

nessavida tua missão é sagrada

de prolongar a criação:

espargindo luz, amor e carinho

e uma ternura sem fim pelo caminho

porque SER MÃE faz bem ao coração!

 

 

 

sexta-feira, 10 de maio de 2013

À MINHA MÃE


        À MINHA MÃE

                ALCY GIGLIOTTI

Passam depressa as coisas desta vida,
afogam-se da morte ao turbilhão.
Matéria vil, amores, coração,
tudo sucumbe na voraz perdida!

Mas uma delas, que brotou sentida,
não morre tão depressa assim, oh! Não!
Mesmo da morte à tétrica mansão
nos acompanha, triste e comovida...

E o ser que assim desperta amor eterno,
que nos mitiga as dores de um inverno
de sangue e lágrimas, doendo atroz,

é a nossa mãe, figura delicada,
ao próprio Deus às vezes irmanada,
no céu da vida sempre a olhar por nós!

(Anuário de Poetas do Brasil, 1º volume, página 34, org. de Aparício Fernandes-RJ)

quinta-feira, 9 de maio de 2013

MAMÃE


MAMÃE
             ENO TEODORO WANKE

Mamãe, tua presença é suavidade
e está sempre comigo, na distância
na qual se transformou a breve infância
levada pelo tempo sem piedade.

Nas horas boas, quando uma saudade
é docemente alegre, e não traz ânsia,
oh, como és bela e meiga, na fragrância
tristonha que o meu coração invade!

Mas quando minha vida se encapela,
abandonado em meio da procela,
mamãe, bem que eu desejaria, aflito,

ser novamente aquele garotinho
ao qual bastava apenas teu carinho
para o Sol, outra vez, brilhar bonito.

(Anuário de Poetas do Brasil, 1982, 1º volume, página 143, org. de Aparício Fernandes-RJ)

quarta-feira, 8 de maio de 2013

MÃE


                                   MÃE
Filemon F. Martins

Anjo dos céus sobre a terra
é a mãe, que jamais erra,
nessa missão sem igual
de pôr na mente menina
um pouco de luz divina
que guia e combate o mal.

Quem tem mãe, na realidade,
tem grande felicidade,
pois seu amor é profundo.
Amor singular, bendito,
que jamais será descrito
pelos poetas do mundo.

Estrela d’Alva brilhando,
com sua luz nos guiando
pelos caminhos do bem;
mãe – flor de afeto, querida,
que filho algum, nesta vida,
outra mais bela não tem.

Mãe, teu amor é sagrado,
é sublime, é acendrado,
pois nasce do coração,
qual uma flor perfumosa
que enfeita e é tão formosa
na mais alegre estação.

Eis a nossa gratidão,
do íntimo do coração
pelo que fazes no lar:
Que sejas abençoada
nessa missão consagrada
de viver para embalar!